Bitcoin e a História do Dinheiro

Conheça o Bitcoin e conheça um pouco História do dinheiro e entenda como ele surgiu.

Talvez você já tenha ouvido falar em Bitcoin ou até mesmo Bitcoin e a História do Dinheiro.

  • Mas o que é o Bitcoin?
  • Por que ele é tão importante?
  • E por que você deveria se importar?

Bem, esta talvez seja a melhor forma de dinheiro que o mundo já viu, é um dinheiro digital para uma era digital e é mais escasso, facilmente divisível, facilmente transportável, facilmente verificável e a forma mais reconhecível de dinheiro na história.

Como nós sabemos disso?

Vamos dar uma olhada na evolução do dinheiro e descobrir.

Um dia, há 25 mil anos atrás, um caçador matou um mamute e todo mundo dessa vila queria um pouco de carne. Quando ele começou a dar a carne para os aldeões, ele teve que memorizar para quem ele deu a carne e quanto de carne foi dado para essa pessoa.

Por milhares de anos foi assim que as pessoas faziam comércio.

Como não existia um registo para dizer quem possuía o quê, toda agente foi forçada a manter o controle de suas próprias dívidas. Mas e se alguém pudesse apresentar uma forma de registo que mantinha gravado quem tinha o que e qual a quantidade que cada indivíduo possuia?

Dinheiro -“A partir de agora, se você quiser carne, você precisará de dar pedras como uma forma de eu registar o seu débito.”

Este foi o nascimento da moeda, e ela surgiu para manter o registo de débitos, não para servir como meio de troca. Essa tecnologia teve tanto sucesso que em pouco tempo toda a gente começou a usar esse sistema de registos, porque isso melhorou muito a maneira de se manter actualizado sobre suas dívidas.

Com o passar do tempo vilas distantes ficaram a saber e queseram participar dessas trocas.

Infelizmente existia um problema que impedia isso: eles precisavam de um registo universal, algo que podia servir como uma forma universal de dinheiro então as pessoas poderiam interagir com outras pessoas fora de suas comunidades. Mas eles não podiam utilizar qualquer coisa. Para estabelecer um sistema que funcionaria em larga escala eles precisavam de algo que era universalmente escasso divisível, transportável, durável, reconhecível e fungível. Ouro.

O que falar sobre o ouro?

O ouro é quase perfeito como dinheiro. Há cerca de 5 mil anos atrás as pessoas começaram a criar uma ideia para o ouro que foi passada de geração para geração.

Uma ideia que dizia que a moeda tinha algum tipo de valor intrínseco. Mas a verdade é que, deixando de lado a função do ouro como um registo universal, o ouro não tem nenhum valor intrínseco. Essa ideia continua até hoje e é por isso que as pessoas guardam ouro, especulam nele e enfeitam-se com ele.

Bancos e cartões de crédito. O ouro nos serviu bem como moeda, mas por toda a história as pessoas tem procurado utilizar a tecnologia para melhorar o nosso sistema económico. Então as pessoas tentaram melhorar o ouro e logo em seguida os bancos surgiram.

Por uma pequena taxa os bancos armazenavam o ouro em cofres e circulavam contas de papel em troca. Cerca de 40 anos atrás nós vimos outro desenvolvimento do dinheiro quando começamos a usar cartões de crédito e débito.

Assim como os avanços anteriores, esses avanços surgiram como uma tecnologia para melhorar nosso sistema financeiro. Mas nos últimos quarenta anos muitas coisas aconteceram. Mesmo que tenhamos visto a ascensão da Internet e a revolução da informação, nossa sistema monetário não reflectiu essas mudanças e continuou preso no passado.

Bitcoin, Conheça o Bitcoin

A primeira forma de dinheiro realmente digital. O Bitcoin foi desenvolvido para a Era da Informação e soluciona muitas das desvantagens do dinheiro físico e eletrónico. O Bitcoin é o primeiro recurso digital escasso a existir.

Por definição, nunca haverá mais de 21 milhões de bitcoins. O Bitcoin é divisível – um bitcoin é feito de um milhão de bits. O Bitcoin é versátil – você pode enviar bitcoin por email, mensagem de texto ou mesmo papel, de graça e no mesmo instante. O Bitcoin é verificável – ele utiliza criptografia avançada e não pode ser falsificado. O Bitcoin é global – assim como a Internet, o bitcoin é descentralizado. Ele não é controlado por nenhuma pessoa e por nenhum país do mundo. O Bitcoin é opensource – ele não tem um dono, todos nós somos os donos dele.

Existe um mito difundido que diz que o dinheiro existe porque o governo cria e o suporta. Mas como temos visto ao longo da história, o dinheiro existe porque ele serve como uma necessidade social básica. Por mais de 25 mil anos nós utilizamos os últimos avanços da tecnologia para melhorar o nosso sistema. E mesmo que o Bitcoin, os cartões de crédito e as contas de papel sejam muito diferentes das pedras usadas como dinheiro há 25 mil anos atrás, o dinheiro de hoje serve para o mesmo propósito que o dinheiro de milhares de anos atrás. É um registo que é usado como uma reserva de valor, como uma forma de troca e como uma unidade de conta.

Conclusão

O Bitcoin pode ser o mais importante experimento social em existência. Pelas próximas décadas talvez sejamos testemunhas de uma transformação fenomenal onde nós poderemos abandonar o padrão do Ouro após 5 mil anos e subtituí-lo por Bitcoin.

Se isso acontecer, isso pode ser a maior transferência de riqueza na história da civilização e o maior avanço na democratização e acesso do dinheiro que já existiu em toda a história…

Ao Nosso Sucesso,

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.